segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Abandonei para ser normal...


...Mas não dá!
Fiquei um longo tempo sem Ana e sem a Mia, queria ser uma pessoa normal: de bem com a vida, comer com moderação (claro), sem contar calorias, sem restrições e sem uso de laxantes e compania.
As vezes quando me dava ataque de compulsão, simplesmente, trancava minha boca no dia seguinte, como qualquer pessoa normal faria.
No fundo queria me aceitar como sou, ser amada como sou, mas infelizmente as coisas não aconteciam como eu sonhava...
Esses dias conheci um rapaz na internet, que no começo o achava maravilhoso!
Pensei comigo: ele vai ser a minha cura da auto-estima, pois ele vai gostar de mim pelo que eu sou!
Ele mora bem próximo da minha casa e ele é lindo! Ficamos juntos ele me ligava sempre, frenquantava minha casa nos finais de semana, até que eu fui percebendo essa semana o quanto ele está distante de mim.
Sempre quando ele marcava um dia para saírmos, sempre acontecia algo para não dar certo. Mais a frente fui descobrindo que, na verdade, ele mesmo estava colocando esses obstáculos para não sair comigo...
Não dei outra: me distanciei!
Isso já havia acontecido comigo antes e circunstâncias quase semelhantes: no começo pura empolgação, para depois fugir! Antes que acontecesse de novo, me toquei e eu mesma decidi me distanciar, sem falar nada... simplesmente sumir!
Conclusão: Os homens com quem eu saio, simplesmente tem vergonha de sair comigo.
Eles até demonstram uma certa empolgação, mas de repente vou percebendo as coisas esfriarem, principalmente quando o assunto é sair, me apresentar aos amigos ou a família.
Eu sou gorda e enquanto eu não mudar essa realidade, jamais vou encontrar um amor...
Estou fora dos padrões e uma pessoa como eu dificilmente consegue ser feliz, sempre será deixada de lado isolado dos outros.
O que mais me revolta, é certas pessoas - hipócritas - que criticam meu ponto de vistas e de outras meninas como eu que são pró Anas / Mias, nos chamando de vazias, de loucas, de doentes e como uma mulher escreveu no meu scrap hoje: "- Quer se matar? Se mata sozinha!"
Se eu tiver que morrer até preferia, sim.
É muito duro viver cercada de preconceitos e rejeições, é demais para mim, como ser humano e como mulher, que sente nescessidades de um companheiro do sexo oposto!
Poxa, queria ser normal, encontrar uma boa pessoa, me casar e ter filhos. Eu sonho em me ver vestida de noiva chegando ao altar, trocar as alianças com o homem da minha vida, sair da porta da igreja e ser recebida com chuvas de arroz, com petalas de rosas.
Dançar valsa, tomar champanhe com nossos braços entrelaçados.... como manda o figurino!
Eu já tenho 26 anos, vou fazer 27 esse ano. Continuando assim, gorda, vou chegar aos 30, 40, 50... solteira e se for pra viver dessa forma, que sentido tem viver???
Não dá para continuar viver, só e mal amada, cercada de preconceitos, até dentro da minha própria casa!
Estou sentindo uma tristeza tão profunda... não dá para me distanciar da Ana e da Mia!
Elas são as minhas amigas especiais, que abandonei várias vezes, mas só que dessa vez, não vou mais abandonar!
Elas são o meu alicerce a minha felicidade plena!


8 comentários:

Stranger disse...

wow...
as pessoas nao sao obrigadas a ler nosso blog... logo, que enfiem no rabo o falso moralismo delas!

cansa, né?
esse povo que nao sabe da nossa dor... e se acham os donos da verdade... mas qdo a gente resolve de "prestar atenção" neles, acabamos percebendo a vida mediocre que levam, e ainda tem coragem de dirigir a palavra a nós, nos atacar.

"Bem mais facil julgar do que ter de olhar pras própiras mentiras"


força sempre, mulher

Isa disse...

garoota.
Encontrei seu blog no orkut..
Me identifiquei com o seu post, com a parte da vergonha de andar perto da gente, já passei por isso, e nãoa chei que mais alguém soubesse como éé

Adorei aqui
Muita força pra vc
=*

netotchka disse...

Oii querida.
Eu tenho certeza que ninguem ha de ter vergonha de sair com você, pelo que me pareceu você é uma pessoa linda cheia de sonhos e ambições, continua lutando, sonhando e acreditando, porque esse sonho pode ser real, ele é nosso, e nada nem ninguem vai tirar isso da gente.
Qualquer coisinha conta comigo viu?
Beijinhos

gorDAMAgra disse...

por mais ignorantes que os outros sejam, ninguém melhor do que a gente sabe o que passamos, então querida não abandone anna e mia, siga seu objetivo , mas cuidado amiga, tudo tem limites , tem um certo ponto que não devemos abusar das nossas anna e mia.
e a respeito, você é uma mulher inteligente ,deve e merece conseguir rapazes mais evoluidos que estes que só pensam em beleza exterior , tbm sofro desse mal ,na realidade acho q estou solteira porque sou um aglomerado de lipidos ambulante.
enfim querida,precisando de ajuda estamos aqui.
beijos

^^

Maria disse...

meninas tenhu certeza que aqui ninguem é feia ... so uma garota muito magra e me sinto infeliz com isso viva vc's do jeito que deus fez vc's e sejam feliz ....

que deus abençoe vc's

Anita ♥ disse...

Oi minha amiga eu sei bem como é isso mais tipo num te preocupa a ana te ama e eu tbm!

sómos melhores superiores ;)

tbM quis ser uma pessoa normal mais não dá!

bjO!

força!

Satsuki disse...

Infelizmente, nossa auto-estima deve ser buscada por nós mesmos...
Já sofri muito preconceito com aparência e tinha dias que não queria sair de casa com vergonha de mim mesma.
E foi só quando eu resolvi realmente não ligar pro que os outros pensam de mim e comecei a gostar de mim mesma de verdade, que tudo melhorou.
Se ninguém te dá o devido valor, se dê primeiro!
É só então que alguém que realmente te mereça vai aparecer.
É no que eu acredito, ao menos pra mim deu certo ^^
E querer emagrecer não é nada errado, só não ultrapasse os limites do seu corpo ^^
Não esqueça que vc é linda, feias são as pessoas que não conseguem enxergar além de um esteriótipo. ;D

Moonshiner disse...

Seu texto me emocionou muito. Realmente é duro, muito duro mesmo estar acima do peso ideal (gorda!) :/

Eu sou um pouquinho mais nova que você (quase 21), mas muito gorda, 35 kg acima do peso ideal (peso atualmente 85 para apenas 1,61m).

Ou seja, eu também me sinto muito infeliz, tristeza profunda mesmo, e a cada dia de fracasso que vem seguindo, mais e mais estrias aparecendo (tenho caso grave de estrias, pelo corpo todo), sinto a minha vida sendo levada embora, perdendo a minha juventude, aqueles momentos que seriam "os" momentos da minha vida.

Vamos conversar mais, eu não consigo conversar com ninguém na mesma situação, sobre meu problema do peso. Conversar com quem não vive na mesma que você não é a mesma coisa, eles não entendem...

Então, se você quiser trocar umas ideias, me responde o comentário no meu blog, ok?

Beijos, querida! Muita força para você!